Sondagem do solo

Primeira etapa do processo construtivo, a sondagem do solo é procedimento técnico vital em qualquer tipo de obra. Dependendo dos resultados obtidos com o estudo, o projeto pode até ser financeiramente inviabilizado. “Do ponto de vista técnico, sempre há alternativas para contornar possíveis problemas localizados pela sondagem, entretanto, o custo das ações é elevado, e o investimento pode não compensar para determinados empreendimentos”, afirma o engenheiro Artur Quaresma, tesoureiro da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS).

Com a sondagem do solo, é possível conhecer as características do terreno, como a espessura das camadas que o compõe, sua resistência e a provável localização do lençol freático, caso exista. “A análise pode ser comparada com uma radiografia médica”, diz o engenheiro.

É com base nesse levantamento que os tipos de fundação são definidos. Se o projetista não tiver conhecimento sobre o que existe no subsolo, é grande a possibilidade de a fundação ou mesmo a estrutura da edificação ter seu dimensionamento calculado de maneira errada.

 

Fonte:
Mapa da Obra

Please select a valid form
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Cadastre-se e receba
nossas novidades