Importância de acompanhar as etapas construtivas de uma obra

Importância de acompanhar as etapas construtivas de uma obra

Se você vai construir, é imprescindível conhecer quais são as etapas e a sequência dessas etapas, desde a contratação dos projetos de arquitetura até a limpeza final para a tão esperada mudança para a casa nova. As etapas podem variar de uma obra para outra, dependendo principalmente da técnica construtiva. É importante conhecer todas as etapas para poder verificar essas demandas e garantir a boa execução de ambas. Para isso listamos as 12 principais etapas construtivas de uma obra. Mas antes de tudo é preciso desenvolver o ponto de partida, é a partir do projeto arquitetônico que se desenvolvem todas as atividades de projeto, planejamento, orçamento e construção! A contratação de um escritório de arquitetura deve levar em conta o portfólio dos projetos já realizados. A contratação deve ser formalizada em um contrato de prestação de serviços. E contém, geralmente, uma planta baixa, uma planta humanizada e umas imagens em 3D da casa e de alguns ambientes internos. Se você aprovar, será desenvolvido o projeto de arquitetura legal e os detalhamentos. O projeto de arquitetura legal é o projeto que está de acordo com o código de obras do município para aprovação na prefeitura. Definido o projeto de arquitetura, agora é hora de contratar os projetos de estruturas, instalações elétricas, instalações hidrossanitárias (água fria, esgoto, água quente), telefonia e internet. Peça ao escritório de arquitetura uma indicação de profissionais que fazem esses projetos. Faça um planejamento para a obra. Esse roteiro de etapas de obra serve como um guia que pode te ajudar a planejar! Defina o início da obra e distribua o custo nas etapas para você saber quanto custará cada uma delas. Há softwares de planejamento que auxiliam a fazer um planejamento assertivo. Os engenheiros de planejamento também ajudam a determinar quanto tempo vai durar a obra. – Serviços Preliminares (o início da obra!) É a preparação para iniciar a obra. Inclui a limpeza e fechamento do terreno, montagem do canteiro e barracão de obras, serviços de terraplenagem (movimentação de terra com corte e-ou aterro). Em seguida é feita a locação de obra com a montagem do gabarito e a definição dos eixos de execução das fundações e, mais pra frente, das paredes e divisórias. Composta por: Sondagem, projeto, construção do depósito, construção do tapume, instalação provisória de água, instalação provisória de energia, alguns itens como lâmpada, vaso sanitário para os trabalhadores. – Fundações ou Infra-estrutura As fundações que sustentam a edificação (casa, prédio, shopping, galpão, etc). Existem vários tipos de fundações. A definição do tipo de fundação leva em consideração o tipo de edificação e o tipo de solo do terreno. Composta por: Sapata ou estaca, viga Baldrame, coluna, laje, escada. – Supraestrutura (Vedação) É a sustentação da edificação. São as estruturas que ficam acima da terra como pilares, vigas, lajes. As estruturas mais comuns no Brasil são: Pilar, parede, verga e contra-verga, torre caixa d’água. – Cobertura A construção do telhado é dividida em duas etapas: estrutura (engradamento) e cobertura (telhas). Compostos por: Forro (pré-moldado, madeira, PVC ou gesso), telhado (pré-moldado, madeira, PVC), telha (cerâmica, concreto, metálicas, fibrocimento, etc); – Esquadrias (portas e janelas) As esquadrias são as portas e janelas. A instalação deve ser bem feita para evitar problemas na abertura das mesmas. Existem vários tipos de esquadrias no mercado. – Acabamentos e Revestimentos É composta pela camada de cobertura na alvenaria, o mais usual é a massa única, onde é aplicado o chapisco e logo em seguida uma camada única de argamassa. Com a base pronta, possibilita o assentamento de pisos cerâmicos, porcelanatos, pisos laminados, azulejos, granitos. – Instalações Hidrossanitárias As instalações hidrossanitárias são divididas em: instalação de água fria, de esgoto, de água quente, de água de reuso (se houver). Devem ser feitas com bastante atenção e cuidado para evitar vazamentos e problemas futuros. Há vários tipos de materiais para tubos e conexões além do PVC. – Instalações Elétricas É a passagem de eletro dutos, fios e cabos, seguida da instalação de tomadas e interruptores. Toda a instalação é dividida em circuitos protegidos por disjuntor. – Acabamentos e Revestimentos É a etapa de assentamento de pisos cerâmicos, porcelanatos, pisos laminados, azulejos, granitos. – Esquadrias (portas e janelas) As esquadrias são as portas e janelas. A instalação deve ser bem feita para evitar problemas na abertura das mesmas. Existem vários tipos de esquadrias no mercado. Elas podem ser em: Metálicas, alumínio, madeira, PVC e Vidro temperado. – Pinturas e Texturas Etapa de pintura interna, externa e texturas. A pintura interna em paredes de alvenaria se divide em: Preparar as paredes, pisos e tetos, aplicar selador, aplicar massa corrida e pintura com tinta acrílica em duas ou três demãos. – Áreas externas e Paisagismo Piscina, quadra, área para churrasqueira, gradil, plantio de grama e cultivo do jardim.   Fontes: https://pedreirao.com.br/etapas-e-sequencia-de-uma-obra-passo-a-passo-3/ https://www.aarquiteta.com.br/blog/engenharia-e-construcao-civil/10-etapas-de-uma-obra/

Faça seu pré-cadastro

Cadastro de Lead
Fechar Menu