Aquecedor solar

Aquecedor solar

  • Blog

Você já se perguntou como funcionam os aquecedores solares? Como o próprio nome já diz, eles utilizam o calor do sol para esquentar a água que passa por “tubos”, chamados de serpentinas, dentro da placa coletora. Depois que já está quente, a água se mantém na temperatura alta dentro de um reservatório.

A água quente que será usada em duchas, torneiras, banheiras ou outro local que precise de água quente sai desse reservatório. No caso das piscinas, existe uma bomba de recirculação que impulsiona a água até as placas coletoras, para que ela seja aquecida e retorne à piscina.

Os aquecedores solares são formados, portanto, por essas partes: as placas coletoras e os reservatórios. Entenda cada uma delas:

Entenda cada parte de um aquecedor solar

Placas coletoras

Podem ser chamadas também de coletores solares. São fabricadas em aço inox ou cobre, dependendo do modelo, e é nelas que ocorre o aquecimento da água pelo sol. As placas de inox são usadas em locais mais frios, onde ocorre geada e neve que podem congelar a serpentina por onde passa a água. O inox impede que haja o rompimento delas em caso de congelamento.

Normalmente é usada mais de uma placa no mesmo sistema de aquecimento. A água passa pelas serpentinas tanto quanto seja necessário para chegar à temperatura ideal.

Reservatórios

Também chamados de boilers, é o local onde armazena-se a água que foi aquecida durante a passagem pelas placas coletoras. São fabricados em aço inox 304 ou 316, de 200l a 5000l, podendo ser de alta ou baixa pressão. Os reservatórios térmicos podem armazenar água até a temperatura de 90°C.

E nos dias nublados?

Nos dias em que o sol está escondido, é preciso de um plano B, certo? Por isso que nos reservatórios térmicos há um apoio elétrico, mantendo assim a água sempre quente. O consumidor não precisa ativar o sistema, ele é automático. Porém, como vivemos em um país com grande incidência de sol, dificilmente o apoio elétrico será usado.

Vale lembrar que como os aquecedores solares não consomem energia elétrica, acabam gerando economia na conta de luz, além de não prejudicarem o meio ambiente.

 

Fonte:
Komeco

Fechar Menu